terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Para Pamela

Vejo hoje o fim desse novembro
Efêmero, compasso em relento, desprendo
Dias através dos sonhos meus, e um amor que brota amizade
Uma linda luz que vi surgir, ninguém mais que ti

Um anjo da simplicidade
São o por-do-sol e raras moradas, excentricidade
E o que são cidades, o que são idades?
São letras nas cartas, números sem falas

Eu sou um cão e um gato, vivo o mundo abstrato
Querendo ser negativo e vivo retrato
Ser um todo de menino afim de buscar seu cabelo em fitas
Nos jardins idealizados de seus deuses, e na fome que vaza das tripas

Busque o silêncio como uma princesa da selva
Olhos abertos, enormes sobre o mundo
Tens todo amor, dom maior e mais profundo
Se fez estrela em minha vida, brilhante de uma forma que pra sempre

Minha intocável irmãzinha, paixão de menina atrevida
Estou numa madrugada onde não bate o tempo
Fixas idéias em que sou o vácuo de meu templo
E você um leite morno, que mãe alguma traz mais doce

Não és uma em um milhão
Ès uma em todos os tempos, o deus em vão
Há um mundo que você não supõe, acredite
Mas o que fica são os sonhos vividos, imaculada afrodite

Por cada gosto de fruta em sua boca
E sons que te fizeram dançar, momento maior, alma solta
Cada sono abandonado, cada ilha que chegou a nado
Cada noite, cada sol, um passarinho de sua infância, e todo amor de namorado

Nada virá a toa, haverá calor e mais sabor
Ainda que garoa
E nosso tempo já voa, desse tempo de se encontrar em clarões
Virá a vida boa, e serás a primeira a saber que felizes

Ficamos, todos nós, ao ver que um dia, todo céu se abraçou
E a nova amiga é a Pamela que o Teo achou
Uma única razão que se basta
Pra viver feliz

Acabou




Te amo, amiga linda. Beijos pela eternidade!
Teo

2 comentários:

Pamela disse...

Lerdo, agradeço todos os dias a Deus, às situações, às pessoas, ao acaso por ter tido a oportunidade de te conhecer.. Vc é uma luz inexplicável que me ajuda sempre!! Não importa o quanto eu estaja mal, sem nenhum "O que houve?" vc consegue melhorar meu astral rapidinho.. Incrivelmente!! Sem contar os dias felizes. É mt bom poder rir com vc, ouvir suas palavra viajadas, tudo, tudo! Não vou fazer um depoimento aqui, mas que dá vontade, dá! rs.. Queria apenas que vc soubesse que te amo muito! Vc é inesquecível e insubistituível!! Não vou te perder, se depender de mim! Te desejo o melhor sempre.. Saudade, não importa o quanto na província vc esteja.. rs.. Prefiro ficar do seu lado.. Mil bjos! Ps: Amei o poeminha.. de verdadee!!

Pamela disse...

ameeeeeeeei de paixão.. tanto que não cabe em mim, sempre que leio preciso externar.. rs.. vc entende!! =)